Biblioteca Azul Globo Livros

Sonhos em Tempo de Guerra, de Ngũgĩ wa Thiong'o

00:05Universo dos Leitores


Sonhos em Tempo de Guerra é o primeiro livro de memórias do professor, ativista e escritor Ngũgĩ wa Thiong'o. Trata-se do primeiro volume de uma série que traz lembranças  do escritor queniano, que relata os detalhes de sua infância no pós guerra mundial.

Nascido no ano de 1938, em uma região rural sob domínio britânico, o autor queniano narra particularidades de sua infância, estrutura familiar e também descreve a influência e impacto da Segunda Grande Guerra Mundial no Quênia.

Neste primeiro volume de memórias Ngũgĩ wa Thiong'o conta sobre o modelo familiar peculiar em relação aos costumes ocidentais: a quantidade de esposas de seu pai (quatro) e o número de irmãos (vinte e três no total), além das diferenças existentes no modelo de sua criação.


"Minha mãe detestava quaisquer jogos que envolvessem multidões de garotos longe de casa. Queria que nos restringíssemos àqueles que podiam ser jogados em nosso quintal, tal como pular corda e amarelinha, mas meu irmão caçula e eu não éramos páreos para nossas meias irmãs e os amigos delas. Pulando corda, eles conseguiam fazer os truques mais complexos."
Um costume interessante que caracteriza uma das marcas culturais da época é a tradição oral, responsável por transmitir muitas das histórias que inspiraram Ngũgĩ e influenciaram na sua profissão de escritor. 

Figuras como Hitler e Mussoline ganham destaque nas histórias orais, que revelavam também dramas como a miséria e a escassez de alimentos provocadas pelos impactos da guerra nas colônias sob domínio britânico. Ngũgĩ também descreve sutilmente as transformações sociais que acontecem à sua volta, (como o retorno dos soldados da guerra), a ascensão social de muitos ex combatentes (incluindo seu irmão) e o despertar de seu desejo por uma educação melhor.

"Isso pode ter despertado meu desejo de aprender, o qual guardei para mim mesmo. Por que deveria exprimir desejos impossíveis de se realizar?"


"Seria este Hitler , por exemplo, o mesmo que se recusara a apertar a mão de Jesse Owens? Eu conseguia entende-los apenas em termos de ogros assustadores versus heróis na terra de faz de conta da oralidade."

O ponto de vista de Ngũgĩ, uma criança à época dá um tom delicado e até ingênuo a história. Seu texto é fluido, envolvente e despretensioso. Uma ótima pedida para quem deseja conhecer melhor o impacto da guerra nas colônias e pra quem deseja conhecer a escrita de Ngũgĩ wa Thiong'o, frequentemente cotado para indicações ao Nobel.




You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por participar do nosso Universo! Seja sempre muito bem vindo...

Acompanhe nosso Twitter

Formulário de contato