Crítica Encontre-me

Encontre-me, de Romily Bernard

00:30Universo dos Leitores

Encontre-me, o primeiro livro da escritora  Romily Bernard, conta a história de Wick, uma jovem com uma vida complicada e perigosa. Órfã de mãe e com um pai abusivo e criminoso, ela e a irmã Lilly vivem de forma provisória com um casal em um local próximo a Atlanta.

Enquanto Lilly tenta se apegar aos novos "pais", Bren e Todd, e acreditar na possibilidade de constituir uma família, Wick se mantém desconfiada e, por tal razão, opta por continuar praticando o que faz de melhor, mas que ao mesmo tempo lhe torna tão mesquinha quanto o pai biológico: hackear computadores e descobrir segredos em troca de dinheiro. 

A intenção de Wick é apenas ter um poupança para que possa cuidar da irmã caso algo dê errado, no entanto, tudo se torna completamente diferente quando ela recebe em sua casa o diário de Tessa, uma antiga amiga que dias antes havia suicidado e, junto  dele, um post-it com a seguinte mensagem: "encontre-me"
Sem entender o que estava acontecendo, ela resolve investigar os fatos. Na medida em que as pistas vão aparecendo, ela percebe que a situação é extremamente complexa e envolve riscos sérios para a pessoa que ela mais ama no mundo, a sua irmã. Em meio a tudo isso, seu pai reaparece e a sua vida se torna um emaranhado de mentiras, de segredos, de medos e de dúvidas. 

Com uma linguagem clara e direta, a história contada no livro é envolvente e prende a atenção desde o início. A vida de Wick é repleta de segredos e de traumas, o que é comum a muitas adolescentes com famílias problemáticas e que vivem sob pressão de pais abusivos e de uma sociedade que julga, mas nunca acolhe. No entanto, mesmo em meio ao caos e a todas as dúvidas que passam em sua cabeça, ela tenta se manter firme, não se faz de vítima e não é egoísta, o que lhe torna diferente de muitas protagonistas adolescentes que encontramos por aí. 
A forma como a narrativa se desenvolve é interessante porque a história abrange diversos contextos: o mistério sobre o que aconteceu com Tessa, o drama de Wick com o reaparecimento do pai, a sua dificuldade em confiar, a sua relação com a irmã e com a "nova família", a sua amizade com Lauren e também o seu sentimento por Griff, que aparece de forma inesperada e desperta sentimentos novos e agradáveis. 

Além de diversidade dos temas, que contribui para despertar a curiosidade sobre o que vai acontecer e como tudo vai terminar, os capítulos foram organizados de uma maneira interessante: todos são curtos e terminam em um momento chave, assim, não tem como largar o livro sem ler o próximo. 

Com um final surpreendente e sem pontas soltas, o livro é uma ótima opção para os que gostam de mistérios e de suspense. 
Destaque:

No início de todos os capítulos foram colocadas passagens do diário de Tessa. Além de possibilitar uma melhor compreensão do que se passava em sua mente, as citações refletem muito do contexto da vida de Wick, o que permite um paralelo interessante entre a vida das duas personagens. 





You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por participar do nosso Universo! Seja sempre muito bem vindo...

Mais Lidos

Acompanhe nosso Twitter

Formulário de contato