A Garota das Laranjas Cia das Letras

A Garota das Laranjas, de Jostein Gaardner

00:00Universo dos Leitores

Desde que eu li a resenha da Raquel do Pipoca Musical sobre esse livro, ele entrou para a minha lista de leituras desejadas... Acontece que a fila é enorme e o tempo foi passando, passando, passando! No Natal do ano passado, decidi incluí-lo entre as opções de livro para o "amigo-livro" que acontece todo ano entre as minhas primas e adivinhem! De todas as opções que eu havia listado, foi ele que eu ganhei! Que sorte a minha...

Comecei a leitura com grandes expectativas e o incrível é que todas elas foram superadas! O que eu encontrei nesse livro foi uma história de amor, uma história que demonstra a importância de valorizar cada momento ao lado das pessoas que são especiais nas nossas vidas e, principalmente, a importância de valorizar a própria vida e as infinitas oportunidades que ela apresenta. E confesso: eu me emocionei e sim, eu chorei! 

Vamos à história? 
Então... Tudo começa quando Georg descobre que o seu pai, falecido há onze anos, deixou um envelope lacrado, com apenas duas palavras: "Para Georg".  Ao mesmo tempo em que fica receoso, o garoto fica extremamente emocionado e curioso. Sem a mínima ideia do que iria encontrar, ele começa a leitura de cada uma daquelas palavras e tem a oportunidade de conhecer melhor o seu pai, a sua mãe, o amor entre eles e, principalmente, tem a oportunidade de saber o quanto foi amado.

"Notei que estava com lágrimas nos olhos. Não eram lágrimas doces, se é que isso existe, eram lágrimas amargas e pegajosas, lágrimas que, em vez de escorrer, ficavam grudadas nas comissuras dos olhos e ardiam."

Com uma linguagem leve, envolvente e emocionante, o livro fala sobre a descoberta do amor, os problemas enfrentados na adolescência, as dificuldade que as pessoas tem para lidar com a morte e com as perdas e, também, a relação única que existe entre pais e filhos.

"Talvez não exista nenhuma intimidade equivalente a dois olhares que se encontram com firmeza e determinação, e além disso eles simplesmente não querem se separar."
Com apenas 132 páginas, o livro prende a atenção logo no início e nos leva a uma viagem intensa e ao mesmo tempo delicada, que permite várias reflexões e que deixa vários ensinamentos.

Sem dúvida uma leitura linda! Ah, para quem não sabe, Jostein Gaardner é o autor do best-seller O Mundo de Sofia...

"Será que você entende o que estou tentando exprimir, Georg? Ninguém se despede chorando da geometria euclidiana nem da tabela periódica dos átomos. Ninguém derrama uma lágrima que seja por estar se separando da internet ou da tabuada. É de um mundo que nos despedimos, é da vida, é do conto de fadas e da aventura. E, além disso, temos de nos despedir de um pequeno número de pessoas que realmente amamos."
Gostou? Compre aqui: Submarino ou Cultura


You Might Also Like

0 comentários

Obrigada por participar do nosso Universo! Seja sempre muito bem vindo...

Acompanhe nosso Twitter

Formulário de contato